Gabriel Isak demorou para descobrir a fotografia em sua vida, porém quando entrou “de cabeça” nesse mundo, encontrou uma forma de expressar o que sentia, e que muitas outras pessoas sentem também. Em seu trabalho, o fotógrafo sueco representa, de maneira poderosa, seu mundo introspectivo, melancólico e depressivo.

Utilizando-se de muitas metáforas e simbolismos, o cara consegue criar uma atmosfera pesada e surreal, exibindo com simplicidade o que muitas pessoas sentem, mas que nem sempre conseguem, ou podem, externar. A depressão é realmente o mal do século.

VEJA:   Sonhos misturados com Fotografia! Conheça o universo através do olhar de Misha Voguel

Essa tal simplicidade nas fotografias de Isak não é algo ruim, pelo contrário, isso acaba aproximando ainda mais aqueles que compartilham dos sentimentos representados por ele, e é exatamente isso que precisamos, dar as mãos aos que se sentem sozinhos e perdidos nesse “Admirável Mundo Novo”.

Acompanhe o trabalho do fotógrafo bem de perto, seguindo sua conta no Instagram.