A maldita censura, que ainda hoje nos assombra, sempre foi uma pedra no caminho da arte. Ao longo da história, pouquíssimos artistas conseguiram driblar as imposições do governo, já que as regras sempre foram muito rígidas e pouco flexíveis.

Na Tailândia, lá pelos anos 60 e 70, quando as revistas eróticas não podiam publicar imagens de mamilos e púbis, aconteceu um fato um pouco curioso. É que os responsáveis por censurar as fotos resolveram inserir símbolos gráficos nas partes “pudendas” das modelos, criando um novo tipo de arte.

VEJA:   As obras eróticas de Tina Maria Elena

E quer saber qual a melhor parte disso? Um artista francês chamado Tiane Doan na Champassak resolveu reunir mais de 4 mil dessas imagens em seu site.