Se uma menina for feminina, ela não pode ser esportista! Sim, essa frase é um absurdo, mas a fotógrafa Heather Mitchell, de Moulton, Alabama, ouviu isso sobre sua filha. Sabe o que ela fez? Provou que todos que pensam assim estão muito enganados.

Tudo aconteceu durante um jogo de softbol, quando Heather ouviu de uma outra mãe que sua filha “não era atlética – que ela era uma garota feminina”, contou em entrevista à Today. Eu não consegui dormir naquela noite. Tudo o que eu conseguia pensar era: ‘Por que ela tem que escolher?'”

Na manhã seguinte, a fotógrafa levou sua filha Paislee, de oito anos, ao seu estúdio e tirou fotos dela posando como uma princesa esportista, para provar que não é preciso ser apenas uma coisa só, as meninas podem ser quem elas quiserem ser.

VEJA:   Um rolê pelos bastidores da Disney

As fotos fizeram tanto sucesso, que vários pais perguntaram se ela poderia fazer o mesmo com suas filhas também. Espero que cada garotinha que vê esta série possa ver que não há caixa. Quaisquer que sejam seus sonhos, elas podem alcançá-los”, completou.

Inspire-se!