Por volta dos anos 1940, centenas de afro-americanos acabaram saindo do sul dos EUA, rumo ao norte, mais precisamente em Chicago, que estava transformando-se em um grande centro industrial. Para a maioria das pessoas, essa mudança era necessária, pois, dessa forma, teriam a chance de encontrar empregos e levar uma vida um pouco melhor.

Edwin Rosskam, um fotojornalista que trabalhava para a Farm Security Administration, ficou responsável por acompanhar o dia a dia dessas pessoas, registrando tudo que achasse interessante. Por várias semanas, o cara conviveu com esses novos moradores e transformou sua simples tarefa em fotografias super sensíveis.

VEJA:   Projeto incrível apresenta mães fora dos padrões

Todo o resultado acabou sendo publicado no livro 12 Million Black Voices, que hoje vive nas prateleiras da Biblioteca de Congresso.

Confira!