A série de comédia canadense em questão é apresentada como um documentário que acompanha o cotidiano de um grupo de moradores do estacionamento de trailers Sunnyvale em Dartmouth, Nova Escócia, Canadá. A narrativa é mais focada em dois ex-presidiários: Ricky, um fumante inveterado que tem um dom inato de se meter em problemas por conta de seu espírito impulsivo e inconsequente ao lado do alcoólatra Julian que é mais ponderado apesar de nunca abandonar o seu copo de bebida.

Bubbles é um amigo fiel da dupla que nunca foi preso, por isso fica sempre nervoso quando eles se metem em encrenca. Com o seu incomparável óculos de fundo de garrafa e seu amor incondicional por felinos, ao lado de sua perícia em lidar com equipamentos mecânicos e elétricos, ele é um dos personagens mais carismáticos da série.

O ex-policial Jim Lahey e seu parceiro Randy, que insiste em nunca usar uma camisa, mesmo no inverno são os antagonistas da dupla, já que são os encarregados pela administração do estacionamento, que pertence à ex-mulher do primeiro.

O grande charme da série está no fato de que seus protagonistas veem a cadeia mais como um inconveniente do que uma punição. Tendo em vista as condições de moradia dos mesmos (Ricky mora dentro de um carro), em alguns momentos a prisão parece ser até mais confortável em alguns aspectos. A partir dessa perspectiva, eles não pensam duas vezes antes de montar um negócio ilegal ou até mesmo assaltar uma loja de conveniências para resolver um imprevisto.

VEJA:   Sex Education: Vídeo reúne os melhores conselhos de Otis

As situações chegam a um nível tão absurdo que a série chegou até mesmo a ganhar uma versão animada, que leva essas loucuras a um novo patamar. A série tem as doze temporadas disponíveis na Netflix, mais a versão animada e dois spin offs que mostram as desventuras do trio nos Estados Unidos e na Europa.

Adotando um viés politicamente incorreto, a série é uma boa opção para aqueles que buscam uma diversão descompromissada, onde situações condenáveis obviamente acontecem de maneira bastante natural, mas chegam até mesmo a serem compreensíveis dentro daquele contexto, como a menina de nove anos que divide os adesivos de nicotina com o seu pai. Um grupo de pessoas que consegue se manter unida nos momentos mais difíceis e se ajudar, encontrando calor humano mesmo nos instantes mais estranhos.