A trajetória de Marielle Franco será tema de dois novos projetos no Globoplay. O primeiro deles é “Marielle – O Documentário”, que conta com seis episódios e já estreia no dia 13 de março. A série, que é a primeira documental do streaming, tem direção e roteiro de Caio Cavechini, assinando o texto em colaboração com Eliane Scardovelli. Além de imagens de arquivo, a obra também traz entrevistas com familiares, policiais, jornalistas e autoridades políticas ligadas à vereadora assassinada em 2018.

“Quem assiste ao documentário, se emociona e se informa com a história da menina da Maré que chegou à Câmara de Vereadores, e descobre uma Marielle ainda desconhecida, que teve baile de debutante, foi rainha da primavera e frequentou baile funk”, contou Ricardo Villela, diretor-executivo de Jornalismo da Globo.

Durante um evento no Rio de Janeiro, foi anunciada também uma série dramatúrgica sobre Marielle. Ela ainda não tem nome e nem data de lançamento, porém já se sabe que será dirigida por José Padilha. Ele foi convidado pela escritora Antonia Pellegrino, autora do projeto. George Moura também está envolvido na série.

VEJA:   Artista ucraniana usa folhas de plantas como molde para suas tatuagens

O primeiro episódio de “Marielle – O Documentário” será exibido no dia 12 de março na Globo, após o “BBB20”. No dia seguinte, todos os seis episódios, que variam de 0 a 65 minutos, estarão disponíveis no Globoplay.

Marielle Franco foi morta em 14 de março de 2018, ao lado de Anderson Gomes, seu motorista. A morte da vereadora do PSOL foi lembrada por vários nomes da cultura pop, como Spike Lee, Roger Waters, Viola Davis e Katy Perry.