Jonathon Blank, ex-sargento da Marinha dos EUA, perdeu as duas pernas depois de um explosivo improvisado detonar ao seu lado. Isso aconteceu em outubro de 2010, no Afeganistão, mas não o impediu de lutar.

Após se aposentar, em 2014, deixou de ser um fuzileiro naval e se mudou para o estado de Utah, onde começou a caçar, velejar e esquiar nas diferentes estações do ano. Recentemente, Jonathon subiu no topo da montanha Timpanogos (que tem mais de 3500 m de altura) com seu amigo da Marinha, John Nelson, que lhe carregou nas costas.

Para percorrer os 20 quimômetros até o cume, a dupla levou dois dias e enfrentou uma mudança de altitude de 1.300 metros. O ponto está a 80 quilômetros de distância de Salt Lake City, a cidade mais próxima.

VEJA:   A emocionante história de Frankie, o gatinho que nasceu com 4 orelhas e 1 olho

Nate Larid, um dos aventureiros da trilha, ficou emocionado com a iniciativa de John. Ele disse à CNN: “Quando você vê isso, tamanha dedicação para um objetivo em comum, você deseja ter isso para você mesmo e sua família”.

“A maioria das pessoas desiste quando descobre que há dor envolvida”, disse Blank. “Mas vale a pena chegar até o topo.”

Os amigos agora querem escalar o Monte Whitney no Dia dos Veteranos dos EUA, que ocorre em novembro. Eles estão planejando chamar alguns amigos do antigo pelotão para mais essa aventura.

Via

Sem mais artigos