Recentemente, Auriney Brito, o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Amapá recebeu um visita inesperada nas dependências da entidade. Um filhote de gatinho que estava todo molhado apareceu por lá em busca de abrigo para fugir da chuva.

Sem pensar duas vezes, o dvogado deixou o gato entrar e oforeceu tudo que ele precisava. Na verdade, Auriney foi bem além disso e resolveu até “contratar” o pequeno gatinho, que recebeu um crachá com seu nome.

“Ele gostava mesmo era de ficar pela recepção fazendo os apressados e desatentos humanos tropeçarem e se assustarem com aquela minúscula presença”, contou Auriney.

Como já era de se esperar, alguns clientes e funcionários começaram a se incomodar com a presença do gatinho Leon, argumentando que ele estava bagunçando e “causando certos transtornos”. Uma pessoa chegou a perguntar o que “um animal de rua faz aqui”, segundo informações do próprio advogado em um post no Facebook.

VEJA:   A história da mulher trans que percorre o Brasil dirigindo um caminhão

Em apenas cinco horas, o texto de Auriney Brito na rede social já contava com mais de 6 mil reações, 3,6 mil compartilhamentos e 1,3 mil comentários.

“Esse rapazinho chegou tímido aqui, com fome e frio. Recebeu alguns cuidados iniciais, foi alimentado e ganhou um cantinho lá nos fundos”, escreveu na postagem. “Ele crescerá limpo e forte com a nossa instituição”, concluiu.

Sem mais artigos