Estátuas com óculos 3D, se depilando ou ouvindo um som no celular, essas e outras “loucuras” fazem parte do acervo de criações geniais do artista australiano Matthew Quick. Em “Monumental Nobodies”, o cara brinca com a ideia do tempo, trazendo esculturas clássicas para nossa vida contemporânea.

Tudo é muito leve e divertido, porém, seu trabalho também carrega críticas a nossa sociedade, questionando a relação com nosso próprio corpo, redes sociais e as relações humanas como um todo. Resumindo: uma doce acidez.

VEJA:   A natureza humana em Ensaio sobre a Cegueira

Seguindo a conta do artista lá no Instagram, você consegue acompanhar esse e os outros trampos dele.

Confere aí!