Constanza Andrea Fuentes Ojeda, ou apenas Coni Fuentes, é uma artista chilena cheia de talento, que usa sua dor para criar desenhos incríveis. Foi assim desde que começou a desenhar, quando tinha 16 anos, e continua até hoje, aos 21. Com lápis e papel, Coni tem o poder de expurgar todos seus demônios.Seu traço “sujo” e cheio de personalidade revela mundos improváveis, onde criaturas disformes convivem em meio ao caos e fantasia. Coni provoca nossos sentidos, nos convidando a viajar dentro de nós mesmos.

No ínicio, por causa da vergonha em se expôr, a moça usava o nome “LOS” para assinar suas obras. Com o tempo, foi criando coragem, e hoje tem orgulho de seu traço, mesmo sabendo que ainda é muito jovem e certamente tem muito a evoluir.

VEJA:   Aquelas coisas que só fazemos quando ninguém está nos vendo

“Agora, eu quero que você conheça meu próprio mundo, porque, embora não seja perfeito, está cheio de possibilidades infinitas. Você só precisa ouvi-lo e observá-lo com cuidado, porque eu sinceramente quero que você saiba que há algo além do que você pode ver: sonhos, criaturas estranhas, jogos ou pesadelos; conceitos profundos, lugares mágicos, além de milhares de coisas extravagantes e desproporcionais que você encontrará na minha arte”, conta.

Confira!