O artista nigeriano Patrick Onyekwere cria retratos hiper-realistas utilizando apenas canetas esferográficas. O trabalho do cara é tão incrível, que é facilmente confundido com uma fotografia.

Antes de desenhar, Onyekwere convida seus modelos para uma conversa sobre suas vidas. Ele gosta de conhecer a cultura e a filosofia de vida de cada um para poder estabelecer a história que ele pretende transmitir.

O artista enxerga suas retratos como uma forma de “falar por quem não pode falar por si” e acha os olhos das pessoas a parte mais interessante de desenhar. “Eles espelham alguns dos nossos desejos mais profundos, medos, inibições, percepções, pensamentos, dos quais muitos de nós próprios desconhecemos conscientemente”, diz.

VEJA:   As intervenções super criativas de Benedetto Bufalino

“(Os olhos têm) o poder de transmitir emoções e sentimentos e também de se comunicar e se conectar com o espectador, convidando-o a viver uma história não contada, de forma que eles não vejam uma peça já existente, mas participem da criação”, completa.

Para acompanhar o incrível trabalho de Onyekwere, siga-o no Instagram.

Confira!