O museu do Louvre é o maior museu de arte do mundo e foi fundado em 1793. Em 1989, o local recebia a famosa pirâmide de vidro, que completou 30 anos no último dia 29 de março, e recebeu uma intervenção do artista francês JR para comemorar a data.

Com obras pelo mundo todo, inclusive no Rio de Janeiro, o cara foi convidado pela segunda vez para trabalhar com a pirâmide. Em 2016, ele brincou com a ideia de fazê-la “desaparecer”, já dessa vez quis imaginar o que poderia estar abaixo dela.

“Le secret de la grande pyramide” (o segredo da grande pirâmide), utiliza fotografias de pedreiras em um método de colagem para criar uma ilusão de que a estrutura emerge da terra e que é muito maior do que realmente é.

VEJA:   O estilo único de Jason Anderson de criar paisagens deslumbrantes

Não pense que a obra foi concretizada apenas por JR. Ele precisou da ajuda de nada mais, nada menos que 400 voluntários. Ela foi pensada para durar somente um final de semana, mas durou bem menos. Em comunicado, o Louvre disse que “É bastante normal que tenha sido destruído, nós só não sabíamos o quão rápido isso iria acontecer. O calor fez a cola secar. Esperava-se que, de qualquer maneira, o trabalho já tivesse desaparecido na segunda-feira, por isso está tudo bem”.

Ah, não se esqueça de seguir a conta do artista no Instagram, certamente você vai curtir.