Em setembro, o quadrinista André Toral lança “A Alma que Caiu do Corpo”, pela editora Veneta. A HQ apresenta histórias sobre o contato, quase sempre turbulento, entre brancos e indígenas ao longo da história do Brasil, desde o século XVII até hoje.

Ao todo, são nove narrativas que buscam dar protagonismo ao povos originários. Aqui, eles não são as vítimas ou perdedores, mas donos de suas próprias histórias, algumas vezes contadas em primeira pessoa.

Criadas entre 1991 e 2010, as histórias do álbum trazem temas como antropofagia, xamanismo e feitiçaria que traduzem a realidade das aldeias e a luta pela terra.

VEJA:   Pato Fu lança 'Música de Brinquedo 2 Ao Vivo'

André Toral, além de quadrinista, é antropólogo de formação e trabalhou por 30 anos com grupos indígenas, como indigenista, pesquisador e consultor de projetos. Toda essa experiência fica bem clara ao longo das 104 páginas da obra, que chega em uma edição em capa dura.

“A Alma que Caiu do Corpo” está em pré-venda no site da Veneta.