A maioria dos artistas precisa de um lugar só seu para criar, aquele “templo” responsável por fazer a conexão entre a inspiração e a criatividade. Há também aqueles mais livres, os que conseguem entrar em contato com a arte independente do lugar, mas eles são a excessão. Quase todos os grandes mestres tiveram os seus cantinhos de criação.

Você já imaginou como foram os estúdios desses artistas? Se sim, esse é seu dia de sorte, já que selecionamos vários deles para você conhecer. Grandes, pequenos, bagunçados ou arrumados, todos muito diferentes entre si, mas igualmente interessantes.

Confira!

Alexander Calder

 

Alphonse Mucha

 

Andy Warhol

 

Auguste Rodin

 

Beatrice Wood
VEJA:   Críticos escolheram os 10 melhores filmes de todos os tempos

 

Claude Monet

 

Salvador Dalí

 

David Hockney

 

Diego Rivera

 

Edvard Munch

 

Edward Hopper

 

Fernand Leger

 

Francis Bacon

 

Frida Kahlo

 

Gustave Clarence Rodolphe

 

Helen Frankenthaler

 

Howard Chandler Christy

 

H. R. Giger

 

Jackson Pollock

 

Joan Miró

 

John Singer Sargent

 

Keith Haring

 

Le Corbusier

 

Lucien Freud

 

René Magritte

 

Marc Chagall

 

Marcel Duchamp

 

Henri Matisse

 

Pablo Picasso

 

Paul Cezanne

 

Piet Mondrian

 

Ron Mueck

 

Roy Lichtenstein

 

Tamara De Lempicka

 

Yves Klein

Via